PORTUGAL: VALOR TOTAL DE M&A AUMENTA 220% NO PRIMEIRO SEMESTRE DE 2017

  • Portugal acumula 78 transações no segundo trimestre de 2017, um aumento de 34% em relação ao 2T16
  • 33 operações revelaram valores que somam EUR 1.627m
  • A transação do trimestre é a venda de 75% do capital social do Novo Banco Ásia ao Well Link Group
Insight TTR

O número de aquisições de participação em empresas que atuam no segmento de consultoria aumentou em 80% de janeiro a junho de 2017, se comparado ao mesmo período de 2016.

 

O mercado de fusões e aquisições português registou 78 transações no segundo trimestre de 2017, um aumento de 34% em relação ao mesmo período do ano passado. Deste total, 33 operações revelaram valores que somam EUR 1.627m. De acordo com o Relatório do Transactional Track Record, em colaboração com Intralinks, o semestre foi concluído com 172 negociações e EUR 11.329m, um expressivo crescimento de 220% em valores divulgados.

Os sectores mais ativos no semestre foram: Imobiliário (30 transações), Financeiro e Seguros (19) – com um crescimento de 73% – Tecnologia (17) e Saúde, Higiene e Estética (14) – com 40% de aumento.

Cross-border

Em 2017, o mercado português foi movimentado por 55 aquisições inbound. Nove transações cross-border foram investimentos de private equity e venture capital estrangeiros em empresas portuguesas, um aumento de 80% comparado ao período homólogo. O país que mais realizou negócios em Portugal foi a Espanha, com 18 aquisições em território luso no ano de 2017. Já o mercado que fez a maior inversão de valores foi Luxemburgo, EUR 1.120m, que ultrapassa os Estados Unidos (EUR 1.105m). O subsetor mais ativo dentre as operações cross-border inbound também foi o Imobiliário.

No semestre, Portugal foi protagonista de seis operações outbound, com a compra de quatro empresas na Espanha, uma na Grécia e uma no Reino Unido. O subsector que mais se destacou foi Consultoria, Auditoria e Engenharia.

Private Equity e Venture Capital

O TTR registou 13 operações de private equity no segundo trimestre de 2017, mais que o dobro do que havia sido calculado no primeiro trimestre do ano e 86% a mais que o ano anterior. Entretanto, deste total, apenas cinco operações revelaram valores que somam EUR 390m, uma redução de 31% em relação ao período homônimo.

O acumulado do semestre resultou em 22 operações e EUR 2.711m, crescimento de 159%. Os sectores mais ativos foram Saúde, Higiene e Estética e Elétrica, este último com crescimento de 100%. O destaque do período foi o Grupo Sonae, que realizou quatro transações.

Já no cenário de venture capital os números continuam negativos. No trimestre foram três operações e EUR 0,31m em valor revelado. O saldo do semestre foram 17 operações e EUR 22,09m. O subsector mais ativo foi Tecnologia e o fundo destaque foi Portugal Ventures

Transação do Trimestre

O TTR escolheu como transação do trimestre a venda de 75% do capital social do Novo Banco Ásia ao Well Link Group, empresa com sede em Hong Kong que atua no setor financeiro. O valor da transação foi de EUR 145,8m. O acordo prevê ainda um conjunto de opções de compra que cobrem os restantes 25% e são exercíveis em um prazo de até cinco anos, correspondendo a um preço total de EUR 183m para o total de 100%.

O Novo Banco foi assessorado pelo Haitong Securities e contou com o apoio jurídico de Morais Leitão, Galvão Teles, Soares da Silva & Associados e MdME.

Rankings – Assessoria Financeira e Jurídica

Confira os rankings TTR de assessores Financeiros e Jurídicos (year to date) no relatório trimestral.

Relatório Completo

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *