Brasil – México é o maior concorrente do Brasil pelo capital estrangeiro

Relatório sobre o mercado transacional brasileiro

  • As empresas mexicanas receberam USD 5,75bi de investimento estrangeiro frente aos USD 4,29bi recebidos por empresas brasileiras no 2º Trimestre de 2015
  • O Brasil registrou 70 aquisições estrangeiras frente as 31 aquisições estrangeiras registradas no México no 2º Trimestre de 2015

São Paulo, 8 de julho de 2015 – No segundo trimestre de 2015 o mercado transacional brasileiro registrou 205 transações que movimentaram aproximadamente BRL 49,52bi, entre anunciadas e concluídas, incluindo aquisições de ativos e tendo em conta as transações com valor divulgado, segundo o Relatório Trimestral Brasil do TTR (www.TTRecord.com).

No acumulado do ano até agora foram registradas 440 transações que movimentaram aproximadamente BRL 90,24bi. O número de transações registradas entre janeiro e junho deste ano, 440, representa 45,36% do total de transações registradas em todo o ano de 2014.

Subsetores mais ativos
No acumulado deste ano Internet e Tecnologia são os dois setores mais ativos, respectivamente. Também se destacam os setores Financeiro e Seguros e a Indústria Alimentar como o terceiro e quarto mais ativos.

É interessante observar que no ano de 2014 o quarto subsetor mais ativo em todo o ano foi o imobiliário. Os dados do acumulado do ano, isto é, do primeiro semestre, indicam uma redução no volume de negociações no segmento imobiliário, e também, um interesse do mercado pela indústria alimentar.

Fusões e aquisições na América Latina
Em relação as transações realizadas na América Latina, podemos destacar que entre janeiro e junho de 2015 foram registradas 956 transações em toda a região. Deste total 46,02% das transações envolveram empresas brasileiras. No primeiro semestre de 2015, foi movimentada a cifra de USD 75,36bi em toda América Latina sendo que as empresas brasileiras foram responsáveis por USD 29,38bi e o México por USD 25,10bi.

Além disso, no segundo trimestre de 2015 foram registradas 70 aquisições estrangeiras no Brasil frente as 31 aquisições realizadas por estrangeiros no México. Entretanto, é interessante destacar que as empresas mexicanas receberam um maior volume de investimento de empresas estrangeiras em comparação com o Brasil. Foram USD 5,75bi investidos em empresas mexicanas frente aos USD 4,29bi recebidos por empresas brasileiras.

O setores que mais despertam interesse do investidor estrangeiro no Brasil são: Internet, Tecnologia, Marketing e Publicidade, Distribuição e Varejo, e Transportes, Aviação e Logística.

Aquisições brasileiras no exterior
Os países que mais despertaram o interesse das empresas brasileiras, entre janeiro e junho de 2015, foram Colômbia (5 transações), Suíça (3 transações), Equador (2 transações), Espanha (2 transações), Chile (2 transações) e Estados Unidos (2 transações). Nestes países foram investidos aproximadamente BRL 467,46m.

Private Equity
No primeiro semestre de 2015 foram registradas 45 transações envolvendo fundos de private equity, sendo que 23 no segundo trimestre do ano. O valor total movimentado neste período foi de BRL 4,83bi.

Venture Capital
Entre janeiro e junho de 2015 foram registradas 63 transações envolvendo Venture Capital, um número que representa 49,60% do total de número de transações registradas em todo o ano de 2014.

No que se refere a valores movimentados, até agora as empresas de Venture Capital movimentaram 769,2m. Este valor representa 67,67% do total movimentado em 2014.

Mercado de Capitais
No acumulado do ano até agora no mercado brasileiro foi registrada a conclusão de um IPO realizado pela PAR Corretora de Seguros pelo valor de BRL 602,80m.

Transação do mês
A transação destacada do segundo trimestre pelo TTR foi a conclusão da aquisição da GVT pela Telefônica Brasil por aproximadamente BRL 26,18bi. Participaram como assessores jurídicos desta transação os escritórios Machado, Meyer, Sendacz e Opice Advogados; Pinheiro Neto Advogados; Allen & Overy France, Cabinet Bompoint e os assessores In-house da vendedora, Vivendi. E participaram como assessores financeiros Goldman Sachs, Credit Suisse Brasil, Deutsche Bank, Lazard, J.P. Morgan, Banco Itaú BBA e Morgan Stanley.

Para mais informações:

Wagner Rodrigues
TTR – Transactional Track Record
Tlf. + 34 91 279 87 59
wagner.rodrigues@TTRecord.com
www.TTRecord.com

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *